O seu terraço está sem graça ou não sabe como o decorar?

O terraço é um espaço exterior da casa que se deve aproveitar ao máximo, principalmente nas estações do ano mais quentes de forma a poder usufruir deste espaço como um refúgio onde poderá descansar assim como se divertir.

Pode não ter um espaço muito grande, mas ainda assim existem diversas formas através das quais o pode transformar em algo agradável. Podemos combinar uma série de flores, pequenas árvores e arbustos, mas muitas vezes o resultado pode ser confuso, principalmente se também procurar conjugar com sofás, cadeiras, mesas.

Vamos criar uma varanda ou terraço com um toque mediterrânico?

Para criar uma atmosfera mediterrânica, é fundamental ter incluído certo tipo de plantas, pequenas árvores e elementos decorativos. Estes permitem-nos envolver nos aromas e cores das planícies das ilhas gregas, criando um recanto digno das grandiosas historias e descrições de Homero.

Que plantas escolher?

Pode ter pequenas árvores em vaso, como: limoeiros, laranjeiras e figueiras. Estas árvores são resistentes e necessitam de pouca manutenção. A sua floração, textura e mistura de aromas, permitem aromatizar de forma harmoniosa o seu terraço.

Mas quem pensa nas ilhas gregas, pensa sempre nas famosas casas brancas com as bouganvilles a “caírem do céu”, suspensas. Estas plantas surpreendem, encantam e  trazem cores exuberantes como o cor rosa, vermelho e coral. Pode ainda misturar com trepadeiras de tonalidade verde-escura.

Mas existe ainda um grande número de plantas que pode colocar e conjugar como: alfazemas, sardinheiras, sálvias e herbáceas com flores em tons como o azul, roxo, amarelo, verde-escuro, acinzentado.

Todas estas espécies toleram bem os dias quentes de verão assim como prometem tornar os seus fins de tarde mais agradáveis através das suas cores e aromas.

Junte à mistura algumas cadeiras e mesas simples e pode ter um “bocadinho” do mediterrâneo em sua casa.

Dicas que podem fazer toda a diferença:

Use vasos com um tamanho apropriado para que as raízes se possam desenvolver adequadamente. Os mais indicados são os recipientes com alturas entre os 0,70 e os 0,80 metros e um diâmetro mínimo de 0,60 metros.

– Vasos com uma boa drenagem para que o crescimento aconteça de forma saudável sem apodrecimento da raiz.

– As árvores frutíferas devem estar em zonas de boa incidência solar e com poucos ventos.

– As árvores cítricas, como é o caso das laranjeiras, dos limoeiros e das tangerineiras, são mais sensíveis às pragas, tenha sempre atenção.

– Outro tipo de manutenção ao “jardim” passa por regularmente fazer uma limpeza aos galhos e folhas.

Se não tem um terraço, fale connosco. Já demos a dica de “decoração”, falta marcar uma visita aos nossos imóveis.