O seu frigorífico está organizado?

Já alguma vez olhou para o frigorífico e pensou: “Que desorganização!”. Quantas vezes deixou estragar alimentos por não estarem à temperatura ideal? Sabe como deve organizar o frigorífico de forma a prolongar o bom estado de conservação dos alimentos e, consequentemente, poupar energia?

 

 

Prateleiras de Cima

Esta é a zona mais quente do frigorífico e a que mantém uma temperatura mais estável. Por isso, é a zona ideal para guardar comida pronta como, por exemplo, snacks, ervas aromáticas, pickles e fruta.

Prateleiras do Meio

Este é o local ideal para guardar queijo, ovos em caixas, sandes e restos de comida.

Prateleiras de Baixo

É o local mais frio do frigorífico. Por isso, é ideal para armazenar leite, iogurtes, carne, peixe fresco entre outros produtos.

Porta

A porta do frigorífico é um local de acesso, por isso, é difícil manter a temperatura. Aqui não deve guardar produtos que se estraguem facilmente, como por exemplo: o pacote de leite aberto. Deve antes guardar neste local manteiga, queijo, ovos, molhos para temperar, bebidas, etc.

Temperatura ideal

Frigorífico

O frigorífico deve rondar sempre uma temperatura entre os 0ºC e os 4ºC. É claro que depende da temperatura ambiente. Ou seja, no verão pode estar mais próximo dos 0ºC, visto que há tendência para que as alimentos aqueçam mais rápido.

Congelador

Já em relação ao congelador, este deve rondar os -15ºC e -18ºC para uma correta conservação dos alimentos. Aqui pode armazenar os itens que serão consumidos a longo prazo. Deve armazená-los em sacos de plástico, de preferência na horizontal para minimizar os tempos de congelação.

 

 

Alimentos que não deve guardar no frigorífico

  • Manjericão
  • Tomate
  • Batatas
  • Cebolas
  • Alhos
  • Pão
  • Azeite
  • Café
  • Mel

“Lembre-se que quanto maior a diferença entre a temperatura ambiente e a temperatura do equipamento, maior será o consumo de energia. Por isso, não é necessário colocar o frigorífico a uma temperatura muito baixa, pois pode comprometer, não só a conservação dos alimentos, como aumentar a despesa no final do mês!”

 

Fonte: https://dicasdecasa.pt